Melhor Museu Português

Museu Machado de Castro e Museu do Ar ganham

O Museu Nacional Machado de Castro, em Coimbra, e o Museu do Ar, em Sintra, foram distinguidos este ano, ex-aequo, com o Prémio Melhor Museu Português 2013 atribuído pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM).

A lista de premiados, com 24 categorias, foi hoje anunciada no Museu das Comunicações, em Lisboa, na presença de representantes de dezenas de entidades nomeadas e galardoadas, e pela direção da APOM.

Este ano também estava nomeado para Melhor Museu Português o Museu Municipal de Almeirim, que recebeu uma menção honrosa.

De acordo com o presidente da APOM, João Neto, é a segunda vez na história dos prémios que é atribuído um ex-aequo a dois museus, depois de já terem sido galardoados em simultâneo, em 2009, o Museu Municipal de Penafiel e o do Mosteiro de Santa Clara, em Coimbra.

João Neto justificou a escolha da APOM "pelo investimento que foi feito no Museu Nacional Machado de Castro", em Coimbra, e no caso do Museu do Ar, em Sintra, "pelo projeto da responsabilidade da Força Aérea, que não se limitou a contar a História da Aviação, mas também a História do país".

Inaugurado em 1913, o Museu Machado de Castro teve como acervo inicial as coleções que pertenciam ao Instituto de Coimbra e ao Museu das Pratas, recebendo classificação de Museu Nacional na década de 1960 para homenagear o escultor régio, considerado um dos maiores representantes da escultura portuguesa do século XVIII.

por Lusa, texto publicado por Sofia Fonseca - 13 de dezembro | Diário de Notícias on line de 14 de Dezembro