Estante de missal (shokendai) fechando em tesoura, de pinho do Japão revestido a laca negra (uruxi), laca vermelha com pó de ouro (maqui-é) e incrustações de madrepérola (raden). Esta valiosa peça insere-se no grupo das chamadas “lacas jesuíticas” e representa o encontro cultural de dois povos geograficamente distantes.

O emblema jesuíta – IHS – acompanhado por um coração com os três cravos da crucificação envolto em chamas ardentes, e uma cruz surge ainda acrescido de típicos elementos florais, do período Momoyama, e rodeado por "cunhas" de madrepérola e chamas douradas, dispostas alternadamente num padrão radial. As costas da estante são decoradas com enrolamentos de feijoeiro do Japão – Kuzu – e campainhas. Apenas se conserva uma das aplicações em cobre lavrado e dourado que protegiam os pés.