Este retábulo flamengo, com marca de uma das melhores oficinas de Antuérpia, é constituído por uma estrutura retangular dentro da qual as figuras isoladas ou acopladas a elementos arquitetónicos, se encaixam umas nas outras, representando a adoração dos pastores ao Menino Jesus, num cenário urbano.

Trata-se do melhor exemplar deste género existente em Portugal, raro também por apresentar apenas uma cena e pela qualidade da policromia e do ouro que conserva.