Frasco de vidro transparente com decoração aplicada, de vidro vermelho, representando personagens e objetos simbólicos chineses.A introdução do tabaco na China parece ter ocorrido na segunda metade do século XVI, por intermédio dos portugueses e o seu consumo, sob forma de pó para cheirar, generalizou-se durante a dinastia Quing (1644-1912) e tal como na Europa, rapidamente se expandiu entre as classes elevadas e especialmente na corte imperial.Feitos nos mais diversos materiais e de fácil transporte, os frascos substituiram as pouco práticas caixas onde inicialmente era guardado o rapé. Alguns ainda possuem uma pequena pá, ligada à tampa, com a qual se tirava a “pitada”.