Os primeiros selos foram lançados com a efígie da Rainha Dona Maria II e cunho de Francisco de Borja Freire. Os modelos emitidos no dia 1 de julho tinham valor facial de 5 e 25 réis, no dia seguinte foi emitido o selo de 100 réis, e a 22 de julho foi posto à venda o selo de 50 réis. Portugal tornou-se, assim, o 45º país a adotar o selo postal.

Recorde-se que o primeiro selo postal do mundo – ‘one penny black’ - começou a circular em Inglaterra a 6 de maio de 1840, uma ideia de Sir Rowland Hill incluída nas suas propostas de 1837 para a reforma do sistema postal britânico, com o objetivo de diminuir o número de devoluções passando o remetente a pagar a tarifa.

Esta fórmula de franquia da correspondência não demorou a ser adotada por muitos países e, quase simultaneamente, surgiram os colecionadores que ultrapassam as dezenas de milhões em todo o mundo. No início da década de 40 foi criada uma nova classe filatélica denominada temática.

Neste dia comemorativo destacamos o selo postal alusivo ao Museu Nacional de Machado de Castro (MNMC), que integra a obra 'Museus Centenários de Portugal' (volume II), da autoria de Cristina Cordeiro e fotografia de Manuel Aguiar, com visitas a 12 museus portugueses, entre eles o MNMC, e a emissão de selos homónima.